Terra em transe e O Rei da Vela: estética da recepção e historicidade

Autori

  • Alcides Freire Ramos UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA
  • Rosangela Patriota UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

DOI:

https://doi.org/10.6092/issn.2036-0967/3436

Parole chiave:

Teoria do efeito estético, Estética da Recepção, Terra em Transe, O Rei da Vela, Glauber Rocha

Abstract

Com base na teoria do efeito estético/estética da recepção (Wolfgang Iser), este artigo discute os diálogos entre Terra em transe (1967, Glauber Rocha) e O Rei da Vela (1967, Zé Celso) e propõe alguns avanços nas discussões acerca da relação história e cinema. Como conclusão, demonstramos que a historicidade dessas obras de arte ganha novos significados, quando utilizamos as ideias de Wolfgang Iser.

Pubblicato

2012-12-23

Come citare

Freire Ramos, A., & Patriota, R. (2012). Terra em transe e O Rei da Vela: estética da recepção e historicidade. Confluenze. Rivista Di Studi Iberoamericani, 4(2), 124-141. https://doi.org/10.6092/issn.2036-0967/3436