Memória individual e discurso social Relatos de um imigrante Curitiba (Brasil), passagem do século XIX para o XX

Autori

  • Cacilda Machado UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO (UFRJ)
  • Sergio Odilon Nadalin UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR)

DOI:

https://doi.org/10.6092/issn.2036-0967/4158

Parole chiave:

memória, etnicidade, imigração, Perigo Alemão, sociabilidade

Abstract

Neste artigo, analisamos o relato de Gustav Strobel, imigrante germânico que veio para o Brasil em 1854. O autor tinha mais de 60 anos quando preparou o texto final, em princípios do século XX. Buscamos avaliar o potencial dessa fonte para a reconstituição de comunidades imigrantes, bem como articular o “discurso político” do autor com a imagem do imigrante germânico e da população nacional por ele construída ao longo do relato. Suas lembranças funcionam como argumentos de um contra discurso à tese do “perigo alemão” vigente no Brasil durante as primeiras décadas do século XX.

Pubblicato

2013-12-29

Come citare

Machado, C., & Nadalin, S. O. (2013). Memória individual e discurso social Relatos de um imigrante Curitiba (Brasil), passagem do século XIX para o XX. Confluenze. Rivista Di Studi Iberoamericani, 5(2), 1-16. https://doi.org/10.6092/issn.2036-0967/4158