Milagre, comemorações e consenso ditatorial no Brasil, 1972

Autori

  • Janaina Martins Cordeiro UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

DOI:

https://doi.org/10.6092/issn.2036-0967/3432

Parole chiave:

Brasil, ditadura, consenso, memoria, comemorações

Abstract

Este artigo analisa os processos de construção do consenso social em torno da ditadura civil-militar brasileira pós-1964. Considerando que o consenso é um processo mutável, plural e diversificado, parto do suposto de que sua natureza ao longo dos anos não se manteve estável, adquirindo características específicas em momentos diferentes. Portanto, neste trabalho abordarei especificamente a natureza do pacto social durante os primeiros anos da década de 1970, quando ocupava a presidência o General Emílio Garrastazu Médici. Para tanto, tomei como referência as festas cívicas em comemoração aos 150 da Independência do Brasil, ocorridas entre abril e setembro de 1972.

Pubblicato

2012-12-23

Come citare

Martins Cordeiro, J. (2012). Milagre, comemorações e consenso ditatorial no Brasil, 1972. Confluenze. Rivista Di Studi Iberoamericani, 4(2), 82-102. https://doi.org/10.6092/issn.2036-0967/3432