O empresariado e as relações Brasil-Estados Unidos no caminho do golpe de 1964

Autori

  • Martina Spohr UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

DOI:

https://doi.org/10.6092/issn.2036-0967/3428

Parole chiave:

golpe civil-militar 1964, empresariado, relações Brasil-Estados Unidos, Aliança para o Progresso, Instituto de Pesquisa e Estudos Sociais (IPES)

Abstract

Este artigo pretende desenvolver questões acerca da atuação da rede internacional de relações político-empresariais construída entre Brasil e Estados Unidos ao longo da década de 1960, composta por representantes do capital internacional do período em ambos os países e pelas instituições das quais faziam parte. Buscamos demonstrar a existência de uma rede político-empresarial anticomunista desenvolvida com a finalidade de defender os interesses da empresa privada e do capital estrangeiro, pontuando sua atuação durante a crise dos anos sessenta no Brasil, através da visita de um grupo de empresários latino-americanos aos Estados Unidos no ano de 1963.

Pubblicato

2012-12-23

Come citare

Spohr, M. (2012). O empresariado e as relações Brasil-Estados Unidos no caminho do golpe de 1964. Confluenze. Rivista Di Studi Iberoamericani, 4(2), 45-62. https://doi.org/10.6092/issn.2036-0967/3428