[1]
A. L. Torres, «Os arquivos digitais e a dilatação da memória histórica: algumas reflexões tateantes», CONFLUENZE, vol. 5, n. 1, pagg. 37-47, giu. 2013.